PIXEL FB

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Técnicas para fazer bons resumos




Técnicas de resumo


Resumir


“Resumir um texto significa criar um novo texto, mais sucinto, que do primeiro só utiliza as informações mais importantes.”

Maria Teresa Serafini

 “O resumo não é uma análise crítica nem um comentário do texto, mas também não é uma redução mecânica proporcional. Nele o estudante tenta estabelecer o difícil equilíbrio entre a fidelidade absoluta à sua fonte e determinada autonomia pessoal que escolhe e distingue entre o que é importante e o que é secundário.” 

Adelino Torres


Resumir um texto é condensar as ideias principais, respeitando o sentido, a estrutura e o tipo de enunciação, isto é, os tempos e as pessoas, com a ajuda do vocabulário e do estilo pessoais.



O trabalho de análise do texto


Ler o texto

  • Sublinhar as palavras-chave para identificar a rede semântica (significado das palavras ou/e interpretação de frases);
  • Identificar os articuladores do discurso e as relações que estabelecem entre si;
  • Identificar as ideias essenciais (as partes que constituem um texto); colocar alíneas na margem e atribuir-lhe um título (de preferência nominal). 


O trabalho de organização

  • Distinguir o essencial do acessório;
  •  Organizar a sequência estrutural de um texto.


O trabalho de redação

  • Respeitar a ordem por que o autor apresenta as ideias; 
  • Evitar qualquer opinião pessoal ou comentário. O resumo deve ser impessoal; 
  • Respeitar a extensão do resumo, se não forem indicadas as palavras ou as linhas do resumo, este deverá ser um quarto do original 
  • Não usar expressões ou frases inteiras (citações) do texto base. Pode-se usar a rede semântica identificada, colocando aspas; 
  • Não utilizar o diálogo.


Regras


de repetições, de fórmulas, interjeições; de exemplos, citações.

Generalização: substituir alguns elementos, como palavras ou ideias, por outros mais gerais;

Seleção: distinguir bem o essencial do acessório, suprimindo os elementos que exprimam pormenores.

Construção: manter tempos pessoas, respeitar a ordem do texto, fazer tantos parágrafos quantas as partes que contiver o plano - as alíneas, as ideias-chave, conservar a estrutura do texto de partida, ligar logicamente as frases redigidas.


Técnicas

  • Substituir um grupo de palavras por uma única palavra;
  • Substituir um grupo de palavras por um nome;
  • Substituir um grupo de palavras por um adjetivo;
  • Substituir por verbo, advérbio, etc..  
  • Substituir uma enumeração por ou vários termos englobantes;


 Saber utilizar sinônimos

  • Manter o sistema de enunciação (utilizar o mesmo sistema pronominal – manter os mesmos pronomes pessoais;
  • Estabelecer as redes lexicais. 


Diferenças entre esquema e resumo

Como os esquemas são muito sintéticos, há quem defenda que o resumo é mais aconselhável. Porém, deve-se notar suas ligeiras diferenças, e que nem sempre cumprem funções idênticas.


As diferenças essenciais são:

  • O esquema é muito mais visual;
  • O resumo é sempre discursivo.
  • O esquema é um esqueleto do texto;
  • O resumo é uma condensação do texto. 


Em busca de sentido


Resumir um texto nem sempre é uma tarefa fácil. Quando o fazemos, temos de partir do princípio que encontramos sentido nesse texto. Caso contrário, nunca faremos um resumo de qualidade.


Como encontrar esse sentido no texto?


Leitores diferentes encontrem sentidos diferentes?


Explica-se a multiplicidade de leituras do mesmo texto ao considerar que o sentido resulta do texto e do contexto cultural daquele que lê. Dessa maneira, conhecimentos gerais diferentes, opções filosóficas ou religiosas diferentes provocarão leituras diferentes.
De uma forma muito sintética, podemos dizer que há dois aspectos importantes na elaboração do resumo: compreender o texto e reelaborar o texto construindo o resumo.


Na elaboração de um resumo, há passos elementares, e

podem ajudar muito.


Veja:

1.   Em primeiro lugar, leia com atenção e calma, todo o texto, procurando compreendê-lo na sua globalidade.

2.   Após esta primeira leitura formule perguntas:

Quem diz?
O que diz, ou o que defende?
Quantas partes tem o texto?
  Do que trata cada parte do texto?
  Qual é a opinião do autor do texto?


A leitura 



Leitura na diagonal


  • É um tipo de leitura rápida, em que o objetivo é procurar uma informação específica ou identificar as ideias principais de um texto, o que permite organizar melhor seu estudo. 
  • Ler na diagonal é o mesmo que passar rapidamente os olhos pelo texto, para ter uma ideia geral da informação que ele contém. E em seguida ler atentamente em busca de informações importantes sublinhando-as e fazendo anotações. 
  • Escreva definições de conceitos que consideras essenciais para a compreensão do texto.
  • Escreva perguntas e respostas importantes, para te facilitar a aquisição dos conhecimentos. 
  • Anote todas as dúvidas e tente esclarecê-las. 
  • Não passe de uma parte do texto para a outra sem que a primeira tenha sido bem compreendida. 
  • Não perca de vista o fio condutor do texto, pois isso o ajudará a identificar as ideias principais, organizá-las e relacioná-las com as anteriores; 
  • Não decore o texto, compreenda-o, essa tática o ajudará a reter as informações, compreender melhor o texto o que facilitará a elaboração do resumo. 
  • Resumir e escrever, com suas palavras, de forma sintética e com sentido, as partes essenciais de um determinado texto. 


Leitura crítica


É um tipo de leitura mais pormenorizado, em que se procura distinguir e relacionar ideias e conceitos.
Leitura estética ou de prazer: Faz-­se por entretenimento ou simplesmente para apreciar o estilo e talento de um autor.

As estratégias mais importantes que nos ajudam a compreender e a reter o que estudamos passam por: ·


Leitura eficaz


saber identificar as ideias principais, organizá-las e relacioná-las com as anteriores;
Fazer anotações na margem do texto;

  • clarificar;
  • sublinhar;
  • parafrasear;
  • resumir.

A leitura eficaz é a que pode ser transformada em aprendizagem.


Vantagens de aprender a resumir textos

  • Facilita a aprendizagem;
  • Melhora sua capacidade de expressão oral e escrita;
  • Ajuda na organização dos estudos;
  • Permite mais memorização e assimilação das matérias;
  • É uma forma de selecionar informações importantes;
  • Aumenta a capacidade de concentração;
  • Facilita a organização de conhecimentos;
  • Permite revisar matérias com mais facilidade;
  • Desenvolve a importante técnica de sublinhas partes importantes; 


O resumo deve ser um texto curto e objetivo. As ideias mais importantes colocadas pelo autor devem ser escritas com suas palavras.
Deve estabelecer uma sequência clara das ideias.
Anote os números de capítulos e páginas na margem dos resumos para voltar rapidamente a essa informação, no caso de alguma dúvida.
Escreva a definição de palavras novas sempre que estas apareçam.

Releia o resumo ao terminá-lo, para verificar se está 

compreensível.


Atenção


Os resumos devem ser compreensíveis a uma releitura, mesmo passado bastante tempo.

Dica

Para resumir qualquer texto, é fundamental que, antes de fazê-lo, observe a diferença entre uma informação central e os detalhes referentes a ela. Para tanto, você deverá partir de um fato central, ao qual acrescentará informações adicionais.



Veja um exemplo


Observe o seguinte fato:


Os amigos de Maria fizeram uma grande festa. Aqui existe uma referência a um fato específico: uma festa realizada pelos amigos de Maria.

Veja agora como é possível aumentar uma frase com dados 

adicionais:



Os amigos de Maria, funcionária de uma importante firma, fizeram uma grande festa. Ela aconteceu na sala do chefe, logo após ter terminado o horário de trabalho.

Muitas outras referências poderiam ser acrescentadas, 

como:

  • tempo: durante a tarde de ontem;
  • causa: em comemoração a seu aniversário;
  • frequência: como acontece todos os anos.


Assim, então, ficaria o parágrafo: Como acontece todos os anos, os amigos de Maria, funcionária de uma importante empresa, fizeram, na sala do gerente de vendas, uma grande festa na tarde de ontem, em comemoração ao seu aniversário.


Para resumir esse parágrafo, basta excluir as informações adicionais que podem ser dadas acerca do fato e deixar apenas os elementos essenciais, para transmitir a informação central.

Entende-se por informações adicionais referências ao tempo, ao lugar, à frequência com que o fato ocorre, às características das pessoas envolvidas, à causa do fato, a instrumentos utilizados para sua realização, etc. 


O importante é eliminar detalhes de menor significação e que não farão diferença na compreensão dos fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário