quarta-feira, 4 de maio de 2011

Apoio para o desenvolvimento da dissertação da aula de hoje!


A morte de Osama Bin Laden é uma notícia expectável há muito tempo, mas também inesperada. Muitos já nem colocavam a hipótese de encontrar o líder da Al-Qaeda. A escolha do timing para matar Bin Laden, pela administração Obama parece-me lógica, pois Obama entra triunfante no período pré-eleitoral, quando já perdia algum embalo, contudo poderá revelar-se extemporânea, ainda falta muito tempo, para a eleições e os créditos podem entretanto esgotar-se.
Por outro lado, o esforço de guerra que está a ser feito pelos Estados Unidos, no Iraque e no Afeganistão terá de diminuir drasticamente, em termos de presença de tropas no terreno, em virtude da sua dívida externa se estar a agravar diariamente, assim, a justificação para a retirada estratégica está encontrada.
A situação no mundo árabe é muito tensa. Nos países do Norte de África vivem-se dias de muita agitação, em alguns os ditadores caíram, outros estão em convulsão interna, contra os seus líderes. No Médio Oriente a questão Israelo-Palestiniana continua por resolver e, tudo isto faz aumentar a incerteza geopolítica no mundo.
Os barris de petróleo que todos querem, poderão transformar-se em barris de pólvora. O jogo geoestratégico em busca do petróleo, nesta zona do globo, onde estão 2/3 das reservas de petróleo do mundo, poderá estar a aproximar-se, de uma fase muito perigosa. O consumo global está a aumentar devido ao forte crescimento económico da China e da Índia. Desta forma, os produtores atingem o limite da sua produção e o mercado fica a beira da escassez, esta é a principal razão para os EUA reforçarem a sua hegemonia política e militar no Golfo Pérsico, foi o que acabou de acontecer com a intervenção ocidental na Líbia.
Esta operação da morte de Bin Laden poderá não ser assim tão positiva, como todos advogam a primeira vista. Convém não esquecer, que a Al-Qaeda não está organizada como uma estrutura organizacional tradicional, mas sim constituída em rede, os pólos que existem espalhados pelo mundo, a sua organização financeira não estavam directamente, sob o comando operacional de Bin Laden, portanto será expectável que haja um aumento da actividade terrorista a curto prazo. Nomeadamente, em países árabes onde existem convulsões internas, poderão ser alvo de ataques e incursões de grupos radicais, espalhando o caos e a desordem, vergando as populações através do terrorismo, o que afectaria grandemente os interesses americanos e ocidentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário